O processo de converter um objeto em outro material também exige recursos e energia.

Para divulgar os primeiros passos para evitar chegar à reciclagem, apresento um guia com conselhos:

- Evite comprar tudo o que você pode fazer: Com a correria diária, muitas vezes parece impossível encontrar tempo para fazer certas coisas e acabamos comprando tudo em pacotes, deixando de lado a qualidade e desperdiçando. No entanto, se pensarmos por alguns segundos, a compra de alguns produtos se transforma em algo ridículo: dois tomates em um liquidificador fazem um molho em segundos, além de evitar o uso de uma enorme quantidade de matérias-primas e de energia consumidas na fabricação de uma lata ou caixa de molho de tomate. Pense antes de comprar e prefira preparar tudo o que puder fazer em casa.

- Compre em grande quantidade: Quando for fazer compras, prefira os pacotes grandes. Mais produto, menor preço e menos pacotes que acabam no lixo.

- Fora da cozinha também: Pense em tudo que existe ao redor da sua casa e siga a mesma ideia. 

- Evite os descartáveis: Provavelmente essa é a atitude mais importante para quem deseja reduzir nosso impacto no planeta. Sacolas, talheres e pratos de plástico, guardanapos de papel e bebidas engarrafadas, por exemplo, são elementos que devem sumir de nossas vidas. Ou pelo menos ser reduzidos.

- Diminua o “spam”: Tanto pelo correio como por meio de folhetos, catálogos e outros papeis que nos entregam na rua, estamos a cada dia mais cheios de “spam” publicitário que não pedimos nem precisamos, e que acabam indo parar em latões de lixo reciclável. Entre em contato com as empresas que lhe enviam folhetos e catálogos e peça que tirem seu nome das listas. Evite também pegar papeis na rua.

- Digitalize seu acesso à mídia: Talvez um dos conselhos mais expandidos no mundo verde, e nem por isso menos valioso. Cada vez que você opta por ler um jornal ou uma revista na internet, está evitando a produção, o transporte e a disposição de quilos e mais quilos de papel. Pense realmente em quanto tempo guardará o jornal ou a revista antes de comprá-los, e, sempre que possível, leia-os online.

Lembre-se, antes de reciclar é importante cortar o mal pela raiz. O que acha?

1 comentários:

Marcela Pimenta - Cel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.